alão Solar.

Quando apareceu o balão solar foi uma euforia, para todos os lados que se olhava lá estava aquele charuto preto voando no céu.

O material desses balões nada mais é do que um filme plástico bem fino. Fabricados pelas empresas, Enrolado em bobina com camada dupla fechadas nas duas extremidades da largura. 

Muitas pessoas por não consegui compra esses plásticos utilizam sacos de lixos preto de 100 litros, àqueles considerados bem vagabundos. São abertos e emendados com durex para aumentar seu tamanho. 

 

Para soltar um balão solar é  muito fácil e pratico, basta amarrar uma das pontas do saco e enche-lo na outra extremidade com um abafador ou um ventilador, em seguida fecha o saco e espere os raios solares aquecer o ar que se encontra dentro dele para ele começar a queres subir. O balão sem bucha e sem fogo. 

Lembro de uma tarde, era feriado em São Paulo, 9 de julho de 2001 ou 2002 não tenho bem certeza do ano, foi um dia em que o céu estava forrado de balão solar dava a empresam que estava tendo um grande festival de sacos preto. 

No dia seguinte no Bom dia São Paulo da Rede Globo teve uma grande matéria falam de balões juninos e nessa mesma matéria, não sei se passaram uma informação errada a eles, mais foi dito que esses balões eram cheios com gás inflamável e poderia ocorrer uma grande explosão se tocados ao solo, um tremendo absurdo. 

Mais adiante Surgiram as mentes criativas e criaram o balão solar com formatos de balões juninos, cortados da mesma forma que se cortam os tradicionais só com uma diferença, são fechados com durex, já ouvir falar que algumas pessoas utilizam solda elétrica ou seladora. Esses também são soltos da mesma forma dos charutos e não se usa bucha, ou seja, sobe apagado e desce apagado.

E podem carregar bandeiras ou fitas como adereço.

Nesse site vocês podaram conhecer a História do Balão Solar.

http://balonismo.biz/content/view/58/52/

Que fique registrado balão solar não é proibido, não se enquadra na lei Lei nº9.605/98.

Vídeos:

http://www.youtube.com/watch?v=Rg9HatF0MvE
http://www.youtube.com/watch?v=htwkBuiB8Dc
http://www.youtube.com/watch?v=zddZh3fF3aM&feature=related
http://www.youtube.com/watch?v=rsj0b7zKOvI

 

Quer comentar este artigo clique aqui.



Comentários


Turma: S/T
Integrante: Adailton
Assunto: Coluna Balão Solar
Cidade: Guarulhos
Estado: SP
Recado: Olá Fernando!
Adorei a coluna sobre os balões solares. Eu já soltei 3 modelados de 3 e 5 metros, com bandeira ou fitas. É incrivel o empuxo desses solares. Estou construinto um truff de 8 metros para soltar no próx. verão. Seria uma boa se existir festival com balões solares. Cada um com sua criação solar subindo e encantando a multidão presente!

Obrigado Fernando!

Integrante: Eduardo
TempodeExistencia: faço uns 30 anos
Assunto: Fernando/Resma-Festival de Balão Solar
Cidade: São Paulo
Estado: SP
Recado: Caro Fernando e todos, sei que muitos após ver as fotos atualizadas, vem aqui dar uma lida nos comentários. Diante de tanta gente, do site tão visitado e diante da coluna do Fernando T. da Resma e alguns videos que foram anexados a coluna, que tal se pensássemos em um Festival de Balões, mas balões solares! Sei que dá pra misturar plásticos de outras cores (já vi além de preto, rosa e transparente), sei que um 6 ou 8m leva um peso considerável, fora os pequenos, juninos, etc. Acho que essa seria uma forma muito interessante de chamar a atenção das autoridades que relutam em regulamentar o balão. Nosso festival não seria proibido (pois são balões que não podem pegar fogo), poderia ser bem organizado, com troféu, inscrição com antecedencia, com alguma renda que seria destinada e alguma instituição de caridade (por exemplo 1 kg. de alimento não perecivel aos inscritos), aberto ao público em geral, a imprensa, etc e num local bem acessível, como no parque do ibirapuera
 , no sambódromo (acordo com a prefeitura), numa grande praça pública, num campo em algum clube, numa quadra de alguma escola, etc.
Fica minha sugestão pro Fernando, pro Cel. Humberto Pinto e pra todos que estejam lendo. Aposto que teriamos mais de 100 balões inscritos, de gente de SP, RJ, Curitiba, etc. A gente pode fazer isso!