Clique Aqui para conferir outros depoimentos



 

Modelado de 28 metros.
Papo 10 e Ligeirinhos

Ficha  Técnica:

Modelo do balão – modelado.
Modelo - colorir (Chaplin).
Tamanho - 28 metros.
Quantidade de gomos - 90 em 4 cones de 7 metros.
Largura máxima do gomo - 65cm bainha - 1cm.
Papel utilizado - kraft e forrado na seda.
Cintamento - 220 durex e fio dental grosso.
Fechamento - dois cabos de fio grosso de cima até embaixo.
Respiros - 60 por gomo totalizando 5400 furos.
Diametro da boca - 2,42 cm.
Bucha - 70 Quilos de algodão e parafina.
Antena - 60 metros de bambu e flexa (triangular de 1,20m).
Bandeira - 60 x 82m (taco de 11,5cm).
Cabresto - de boca 7 metros e de bandeira 120 metros.
Adereço - esqueleto de 1,5m (fatality).
Projeto do balão e bandeira - feito pela própria equipe.
Tempo de confecção - aproximadamente 4 anos.
Data da soltura - 21/04/13.

Inicio de Tudo:

Começamos o projetos em 2007 com o termino do desenho da bandeira, e a ideia era realizar um sonho, fazer um modelado de 28 como o do Edmundo e Paulo, então encomendamos o balão e já começamos a cortar a bandeira, porem o ritmo foi lento, pois colocamos muitos balões na frente (careca de 11, modelado de 22 fogueteiro, truff de 12 bandeira e careca de 15 bandeira ) e depois de muita luta devido a proporção do balão conseguimos terminar no meio de 2012.

Confecção:

Começamos pela bandeira e ao terminar as placas, passamos para a decoração do balão que demorou mais uns 5 meses, depois fomos fechar o balão e forrar para iniciar o fechamento da bandeira, posteriormente faltava pouca coisa só que devido o tamanho tudo se tornava complicado, pois tudo era muito e a equipe com poucos, mas no final de tudo certo.

Soltura:

No dia 20/04 decidimos ir montar a antena combinamos as 10h00 porem chegamos no campo ao meio dia, somente com sete pessoas, iniciamos a montagem e terminamos a antena as 17h00, após colocarmos vários reforços devido nossa antena já estar lá ha 7 meses, as 17h30 começamos a puxar o cabresto só que ao escurecer ainda não tínhamos puxado nem metade, decidimos voltar pra casa e voltar a meia noite com mais gente e terminar de puxar o cabresto, por volta das 03h00 o cabresto estava estiado, agora era montar a boca, descer tudo para o campo, balão, bandeira e bucha com muito pensamento positivo.

Emoção:

A emoção e inexplicável, só com o barulho do maçarico e o começar encher o balao, já comecei a ficar hipnotizado, pois o projeto que começou com papel e canetinha estava ficando do jeito que imaginava, o bichão estava cheio e cada taco no seu lugar, assim que acendeu a bucha deu pra perceber que o balão era bruto, a emoção na central e a chegada na antena, era só acertar o cabresto e vibrar, quando escutei o Cori gritando "vai caramba" percebi que o balão naquele momento iria tirar tudo de primeira, cortei o guia e já comecei a comemorar, pois o sonho de muitos anos estava no ceu.

Resgate:

O balão perdeu-se no resgate.

Concorrem em Alguma Premiação:

Até o momento não.

Agradecimentos:

Ao Elton (Nomades) que cedeu o campo, Jacaré e Quinguela (Art Enigma) Kiko, Edgar e equipe(Algo Mais), Tiago (Sinha Arte), Romildo e equipe (Baloarte), e todos que ajudaram para a soltura, a nossa família pela paciência durante todo esse tempo, aos integrantes da equipe que não desanimaram e que a amizade não acabe pelas picuinhas, valeu.