Clique Aqui para conferir outros depoimentos



 

Lapidado de 21 metros Doidos - SP

Ficha Técnica:

Molde: Lapidado (desenvolvido pelo Cris - Nasa).
Qtd. de Gomos: 72 gomos.
Qtd. de Cones: 03 cones.
Papel: Torção branco 42 gramas.
Cintamento: de 20 em 20cm com fio dental colado e durex.
Decoração: Desenho Tribal (agradecemos ao Ronaldo - Nasa).
Boca: 2,19 mts. de diâmetro.
Bucha: 50 Kgs., algodão e parafina.
Respiros: 3.456 (48 por gomo).
Fogos: 235 Kgs., sendo 7 gaiolas (18 foguetes de 5 polegadas, 18 dz. varas de cor, 6 dz. vara anel, 300 dz. cometinha, kits pirotécnicos), 6 esteiras acionadas eletricamente (12 dz. vasos coloridos, 6 dz. tiros 12x1 e 36 bastões de cascata) e bombas de caída (4, 5 e 7 polegadas).
Soltura: Dia 08/08/2010 às 20:40 horas.

O início de tudo

Como todo mundo já deve ter percebido, os Doidos são fissurados em fogueteiro noturno, só que esse balão teve uma motivação a mais. Como não foi possível ver o efeito da gaiola elétrica no nosso lapidado de 25 solto ano passado, decidimos começar outro e fazer a mesma gaiola. Para inovar mais um pouco, resolvemos colocar também esteiras elétricas entre as gaiolas, e todo o restante da fogueteira foi projetada para complementar essa invenção.

Confecção

No meio de Dezembro de 2009 fomos buscar o papel, e foi nessa oportunidade que o Cris da Nasa nos mostrou esse belo molde cargueiro, então decidimos que esse seria o molde da vez.

O balão foi cortado pela própria equipe em 3 cones e no meio de Fevereiro os cones já estavam fechados e cintados. Partimos então pra decoração (esse não é nosso ponto forte, pois não temos muita paciência pra esse tipo de trabalho e nem muita gente trabalhando, somos só em 4 pessoas pra fazer tudo) mesmo assim foram quase 2 meses decorando.

Balão pronto, agora vem a parte boa, confecção das gaiolas e dos fogos. Foram dias e dias cortando madeiras e preparando as peças para facilitar a montagem no dia da soltura. Montamos os pentes dos cometas, preparamos as varas coloridas, os foguetes de 5 polegadas e partimos pra engenhoca elétrica. Levamos alguns dias para fazer as ligações elétricas nas esteiras, pois não poderíamos errar a seqüência de abertura (os fogos sobem, descem e depois abrem de uma só vez). Depois dos fogos fizemos as buchas, a boca e a torre, mais uma semana de trabalho e já estava tudo pronto para a soltura.

Soltura

Depois de praticamente 1 mês com tudo pronto é que apareceram as noites boas. Demoramos cerca de 8 horas pra montar tudo (gaiolas, cometas, varas e ligações elétricas). Como estávamos com um pouco de medo do lugar, não deu pra colocar muita gente no campo, mas escolhemos um lugar que de qualquer ponto de Campinas foi possível ver as aberturas.

Emoção

Foi algo inexplicável. Você ver um projeto se realizar não tem preço. Vocês sabem que fogueteiros são muito arriscados, ainda mais quando se trata de algo novo. Ficamos muito felizes por ter dado tudo certo.

Resgate

O que sabemos até o momento é que caiu em Monte Verde/MG ou perto de lá, não sabemos se alguém chegou nele.

Premiação

Fazemos balões porque gostamos, acho que nossa maior premiação foi proporcionar momentos de alegria e beleza para todos que viram ao vivo ou verão nas filmagens.

Agradecimentos

Gostaríamos de agradecer a todos que de alguma forma contribuíram para que esse projeto se realizasse. Não vamos citar nomes pois poderíamos cometer a injustiça e esquecer de alguém, mas quem ajudou sabe, e seremos sempre gratos pela contribuição que vocês deram.

Obrigado,
Doidos - Campinas